Inconsciência



Caminhando na exaustão a passos largos. Não há passadas sólidas e conscientes. Os pés avançam numa sintonia descompassada, embalados por um pêndulo desconhecido, antigo, liderado algures pelas motivações alheias.
Há um nuvem incerta. Uma corrente salgada que corre sem nunca anunciar o fim. Mas acaba por cessar, inevitavelmente, e sem explicação. A sensação de desmaio é constante. Uma fraqueza contra o espírito, uma tontura contra a vontade.
O embalo da inconsciência cobre subtilmente os raros momentos de calma. O ritmo abranda, o rio seca contra a pele seca e a respiração acompanha os ponteiros. Surge uns segundos de riso, de incoerência feliz e liberdade de não pensar.
Depois esses momentos passam. Demasiado súbitos. Demasiado curtos. Passam, sem anunciar o regresso.

14 comentários:

  1. gosto muito da tua forma de escrever, adorei este texto! * olha estás a gostar do livro que estás a ler?

    ResponderEliminar
  2. Estou a gostar muito, apesar do cansaço ! :)

    ResponderEliminar
  3. Adorei a maneira como pegaste nas palavras e construís-te algo tão verdadeiro. A "Inconsciência" da vida está aqui mesmo! *.* Parabens, vou seguir!

    ResponderEliminar
  4. Obrigada !
    É mesmo.. Estou a desesperaaaaaaaaaaar.

    ResponderEliminar
  5. Credo ! Este teu post está tão lindo, tão perfeito ! :o Adorei *

    Resp: Não precisas de te preocupar, querida ♡ Felizmente, já passou e já está tudo bem :) Mas obrigada pela força e pela preocupação! Alguma coisa, espero que saibas que podes contar comigo, linda ♡

    ResponderEliminar
  6. que boooooom que voltaste miúda!
    os teus textos já marcam saudades! :)

    ResponderEliminar
  7. Eu estou cansada :c e tu?
    Oh muito obrigada ! Mas ainda não vendi nenhuma.. é um bocado mau gastar dinheiro nos materiais e não ver nenhum retorno..

    ResponderEliminar
  8. Demasiado bom. Exageradamente bem construído e verdadeiro. Desfez me e refez me emocionalmente num minuto

    ResponderEliminar
  9. Resp: Não precisas de pedir desculpa, querida :) Eu entendo.
    Muito obrigada ! ❤ Mesmo !
    Não tens nada a agradecer :b Apenas fui sincera.

    ResponderEliminar
  10. "Demasiado bom. Exageradamente bem construído e verdadeiro. Desfez me e refez me emocionalmente num minuto" Este é um anónimo que conheces

    ResponderEliminar