coração nos olhos.




Não é a situação fútil do amor à primeira vista. Não é verdade que mal te vi, te tornaste no que achavas que eras. Não olhei para ti, desviei o olhar e voltei-me de novo. Não corri para te voltar a ver, nem com a cor dos teus olhos. Porque não tem a ver com a aparência, nesse sentido superficial. 

Quando olho para ti, não vejo se o teu cabelo está desalinhado ou se as tuas sapatilhas não combinam com a camisa. Reparo na maneira como andas; no modo como o vento faz os teus caracóis agitarem-se e como a brisa suave faz como eles voltem ao ponto perfeito onde estavam; como o teu tom de pele escuro contraste em pleno com os teus olhos claros; como o teu sorriso é fácil e genuíno; como me contagias mesmo que te esteja apenas a observar. E como os teus olhos reflectem o sol, que se torna menor face a ti. 
Como observo que não tens nada de errado … que eu possa ver. 
Por isso só te digo: “Era o que eu desejava mais que tudo. Quem me dera ter o coração nos olhos”.

9 comentários:

  1. quem me dera linda, quem me dera também

    ResponderEliminar
  2. Por vezes as coisas erradas não estão à vista

    ResponderEliminar
  3. é mesmo importante para mim, muito obrigada doce

    ResponderEliminar
  4. as vezes e preciso ir contra a parede e magoar-nos

    ResponderEliminar
  5. Que lindo *.*
    Molda as situações a ti mesma e disfruta daquilo que a vida te dá, só assim consegus alcançar a felicidade :)

    ResponderEliminar
  6. Que lindo *.*
    Molda as situações a ti mesma e disfruta daquilo que a vida te dá, só assim consegus alcançar a felicidade :)

    ResponderEliminar